quarta-feira, maio 31, 2006

Deleitos meus...

- abraçar os meus amigos. Adoro sentir abraços profundos, prolongados... que toquem no coração!
- viajar em silêncio
- palavras ao vento
- dar forma as nuvens branquinhas em dias de céu azul
- ouvir músicas que me fazem lembrar cheiros, pessoas, lugares
- observar a luz do Sol entrando pela janela
- ouvir os pássaros cantar
- ter o suco de uma melância a escorrer-me pelas mãos
- tomar um duche e ficar cerca de 10 minutos enrolada na toalha
- ser nostalgica (às vezes até demasiado, e quando dou por mim, uma ou outra lágrima escorregam-me pelo rosto)
- tantas outras coisas...

Mas a minha vida anda tão conturbada que nem sempre me posso deliciar com estes pequenos prazeres. Melhores rumos certamente virão!
Um pouco de sorte é preciso!!

sinto-me: deprimida, sem motivação
música: não ouço nenhuma de momento
categorias: sem categoria

Quantos amigos tens?

Um velho voltou-se para mim e perguntou:
-Quantos amigos você tem?
-Uns dez ou vinte por quê?
Ele levantou-se com esforço e tristemente agitou a cabeça
-Você é uma garota de sorte para ter tantos amigos -disse ele. Existe uma coisa que você não sabe, um amigo não é apenas alguém para quem você diz "olá"
Um amigo é um ombro tenro no qual se chora suavemente...
Um poço para levantar seu espírito bem alto...
Um amigo é uma mão para te puxar para fora da escuridão e desespero.
Quando todos os outros supostos amigos ajudaram a te colocar lá.
Um amigo verdadeiro é um aliado que não pode ser movido ou comprado...
Uma voz que deixa seu nome vivo quando outros o esquecem...
E responda mais uma vez:
-Quantos amigos você tem?
E então ele se levantou e me olhou, esperando a resposta
Suavemente respondi:
-Se eu tiver sorte... Eu terei você!

(desconheço autoria)

Recebido por email

Um livro à 4ª feira

A imagem “http://photos1.blogger.com/blogger/165/1502/1600/9789722328296.jpg” contém erros e não pode ser exibida.
"Considerado um dos grandes clássicos da literatura infanto-juvenil, este livro de alcance intemporal, revela um segredo muito simples e ao mesmo tempo muito sábio: é que as coisas realmente importantes são muitas vezes invisíveis para os olhos e só podem ser vistas com o coração."

Um livro para ler e reler e muita coisa aprender!

terça-feira, maio 30, 2006



Mais uma nova partilha mimi , megli, mcgee.

"AINDA TOMAREMOS UM CAFÉ"

Um professor, diante de sua classe, sem dizer uma só palavra, pegou um pote de vidro, grande e vazio, e começou a enchê-lo com bolas de golf.
Em seguida, perguntou aos seus alunos se o frasco estava cheio e, imediatamente, todos disseram que sim.
O professor então, pegou uma caixa de bolas de gude e a esvaziou dentro do pote.
As bolas de gude encheram todos os vazios entre as bolas de golf.
O professor voltou a perguntar se o frasco estava cheio e voltou a ouvir de seus alunos que sim.
Em seguida, pegou uma caixa de areia e a esvaziou dentro do pote.
A areia preencheu os espaços vazios que ainda restavam e ele e perguntou novamente aos alunos, que responderam que o pote agora estava cheio.
O professor pegou um copo de café (líquido) e o derramou sobre o pote umedecendo a areia.
Os estudantes riam da situação, quando o professor falou:
"Quero que entendam que o pote de vidro representa nossas vidas. As bolas de golf são os elementos mais importantes, como Deus, a família e os amigos. São com as quais nossas vidas estariam cheias e repletas de felicidade. As bolas de gude são as outras coisas que
importam: o trabalho, a casa bonita, o carro novo, etc. A areia representa todos as pequenas coisas. Mas se tivéssemos colocado a areia em primeiro lugar no frasco, não haveria espaço para as bolas de golf e para as de gude.
O mesmo ocorre em nossas vidas. Se gastamos todo nosso tempo e energia com as pequenas coisas nunca teremos lugar para as coisas realmente importantes. Prestem atenção nas coisas que são primordiais para a sua felicidade. Brinquem com seus filhos, saiam para se divertir com a família e com os amigos, dediquem um pouco de tempo a vocês mesmos, busquem a Deus, creiam nele e procurem saber qual é a real vontade Dele para sua vida, busquem o conhecimento, estudem, pratiquem seu esporte favorito... Sempre haverá tempo para as outras coisas, mas ocupem-se das bolas de golf em primeiro lugar. O resto é apenas areia."

Um aluno se levantou e perguntou o que representava o café.

O professor respondeu:

"Que bom que me fizestes esta pergunta, pois o café serve apenas para demonstrar que não importa quão ocupada esteja nossa vida, sempre haverá lugar para tomar um café com um grande amigo"

recebido por email

Ai Portugal, Portugal, de que é que estás à espera!!

A imagem “http://www.spn.pt/DynaData/M_Html/Mid_118/Imagens/jn.jpg” contém erros e não pode ser exibida.

Para ler na íntrega no Jn (30/05/06)

Acredito que muita coisa, há que mudar, especialmente muitos maus hábitos incutidos. Contudo este tipo de polémicas são demolidoras, já que englobam todos os professores no mesmo saco. E tal, como em todas as profissões há bons e maus profissionais...
Todas as reformas currículares até agora implementadas escondem apenas o insucesso que até então, tem sido crescente nos alunos em todos os ciclos de ensino. Contudo, não é com reformas destas que de repente os nosso alunos irão ser potenciais mentes de intelectualidade.
Como professora, sinto-me imensamente desiludida, pois não estou a desempenhar o papel para o qual eu me formei... sinto-me que nem joguete nas mãos deste governo...

Uma música à 3ª feira

Rugas

Humanos

Composição: António Variações

Rugas
ja começo a ter as primeiras rugas
Rugas
começam-me a nascer as primeiras rugas
Rugas de chorar
Rugas de sorrir
Rugas de cantar, começo a franzir
Rugas de chorar
Rugas de sorrir
Rugas de cantar
Rugas de sentir
Rugas....

Rugas
ja começo a ter as primeiras rugas
Rugas
começam-me a nascer as algumas rugas
Rugas de chorar
Rugas de sorrir
Rugas de cantar, começo a franzir
Rugas de chorar
Rugas de sorrir
Rugas de cantar
Rugas de sentir
Rugas....

sexta-feira, maio 26, 2006

Memórias das minhas feiras

A imagem “http://static.flickr.com/48/142868230_85f825a70d.jpg?v=0” contém erros e não pode ser exibida.

I Feira de Artesanato Urbano - Massarelos 7 de Maio de 2006
Esta valeu o título de Miss Simpatia :)

A imagem “http://static.flickr.com/54/142866825_72518b2f35.jpg?v=0” contém erros e não pode ser exibida.

Passeando pelas bancas das outras amiguitas.


I Feira de Artesanato Urbano - Massarelos 5 de Maio de 2006

A imagem “http://static.flickr.com/15/93525170_17a8c99136.jpg?v=0” contém erros e não pode ser exibida.

Feira do Principe Real - 28 de Janeiro de 2006

Partilhas ouvidas...

Problema De Expressão

Clã


Só pra dizer que te Amo,
Nem sempre encontro o melhor termo,
Nem sempre escolho o melhor modo.

Devia ser como no cinema,
A língua inglesa fica sempre bem
E nunca atraiçoa ninguém.

O teu mundo está tão perto do meu
E o que digo está tão longe,
Como o mar está do céu.

Só pra dizer que te Amo
Não sei porquê este embaraço
Que mais parece que só te estimo.

E até nos momentos em que digo que não quero
E o que sinto por ti são coisas confusas
E até parece que estou a mentir,
As palavras custam a sair,
Não digo o que estou a sentir,
Digo o contrário do que estou a sentir.

O teu mundo está tão perto do meu
E o que digo está tão longe,
Como o mar está do céu.

E é tão difícil dizer amor,
É bem melhor dizê-lo a cantar.
Por isso esta noite, fiz esta canção,
Para resolver o meu problema de expressão,
Pra ficar mais perto, bem mais de perto.
Ficar mais perto, bem mais de perto.

Fragilidade

Mafalda Veiga

Talvez pudesse o tempo parar
Quando tudo em nós se precipita
Quando a vida nos desgarra os sentidos
E não espera, ai quem dera

Houvesse um canto para se ficar
Longe da guerra feroz que nos domina
Se o amor fosse como um lugar a salvo
Sem medos, sem fragilidade
Tão bom pudesse o tempo parar
E voltar-se a preencher o vazio
É tão duro aprender que na vida
Nada se repete, nada se promete
E é tudo tão fugaz e tão breve

Tão bom pudesse o tempo parar
E encharcar-me de azul e de longe
Acalmar a raiva aflita da vertigem
Sentir o teu braço e poder ficar

E é tudo tão fugaz e tão breve
Como os reflexos da lua no rio
Tudo aquilo que se agarra e já fugiu
É tudo tão fugaz e tão breve

quinta-feira, maio 25, 2006

A imagem “http://photos1.blogger.com/blogger/1589/1717/1600/vidamoderna001.jpg” contém erros e não pode ser exibida.

(retirado do blog da Rosângela)

Saudades e desejos

Estes dias ando com saudades e desejos de imensa coisa, mas não consigo encontrar razão para, talvez seja porque simplesmente me apetece:
Tenho saudades/desejo... :
- de comer pão com queijo e marmelada;
- do odor e aroma do café acabadinho de fazer pelo meu Tio Neca que está no Brasil;
- do gelado de menta e agora queria também provar o novo kit-kat com menta (Culpa da Neuza lol!!!);
- de ver o por do sol;
- de fotografar;
- das jantaradas e noitadas com os amigos;
- das roupas de verão;
- de me sentar debaixo de uma árvore a ler um livro...
- de um abraço apertado...
- e de tantas outras coisas mais...

sinto-me: saudosista e um pouco deprimida
música: Muda de Vida > António Variações/Humanos
categorias: Crafts

Um filme à 5ª feira

A imagem “http://cinema.ptgate.pt/Movies/428.jpg” contém erros e não pode ser exibida.

Nell

Algo para recordar!

Os meus sapatos novos


Sapatos da cinderela urbana.... Made in Portugal (Very Important!!)

quarta-feira, maio 24, 2006

3ª Feira é dia de Música


A imagem “http://photos1.blogger.com/img/57/1591/400/AntonioVariacoes.jpg” contém erros e não pode ser exibida.

ESTOU ALÉM

Não consigo dominar
Este estado de ansiedade
A pressa de chegar
P'ra não chegar tarde

Não sei de que é que eu fujo
Será desta solidão
Mas porque é que eu recuso
Quem quer dar-me a mão

Vou continuar a procurar
A quem eu me quero dar
Porque até aqui eu só:
Quero quem eu nunca vi
Porque eu só quero quem
Quem não conheci
Porque eu só quero quem
Quem eu nunca vi
Porque eu só quero quem
Quem eu nunca conheci
Porque eu só quero quem
Quem eu nunca vi

Esta insatisfação
Não consigo compreender
Sempre esta sensação
Que estou a perder

Tenho pressa de sair
Quero sentir ao chegar
Vontade de partir
P'ra outro lugar

Vou continuar a procurar
O meu mundo
O meu lugar
Porque até aqui eu só:
Estou bem aonde não estou
Porque eu só quero ir
Aonde eu não vou
Porque eu só quero estar
Aonde não estou
Porque eu só estou bem
Aonde não estou

António Variações


segunda-feira, maio 22, 2006

Secção Perdidos e achados

Acho que perdi a minha agenda, pois não consigo encontrá-la em lado nenhum... sniff, sniff....
Dá-se recompensa a quem a encontrar...

Birth Month

Your Birth Month is January

You are a natural leader who is able to stand up when no one else can.
Strong and powerful, you tend to overshadow those around you.

Your soul reflects: deep love, fascination with life, and a distinctive persona

Your gemstone: Garnet

Your flower: Snowdrop

Your colors: Black, dark red, and dark blue
A imagem “http://blogs.ya.com/morocha/files/mafalda.gif” contém erros e não pode ser exibida.

Passei o fim de semana assim

A imagem “http://ciberia1.aeiou.pt/aleph/dados/enxaqueca170105_xl.gif” contém erros e não pode ser exibida.
Não participei na Feira do Parque das Nações, porque passei o fim de semana com enxaquecas.A imagem “http://www.literario.com.br/alegri4.gif” contém erros e não pode ser exibida.
As enxaquecas são crises de dor de cabeça de intensidade moderada/grave, geralmente unilaterais e habitualmente acompanhadas de náuseas, vómitos e intolerância à claridade, ao barulho e aos cheiros.

Um objecto à Segunda- Feira



Aqui deixo ficar uma ilustração que simplesmente me faz sorrir.
Viagem à Lua de Bruno Côrte.

Esta ilustração foi retirada do site do mesmo autor
http://www.brunocorte.com/

sinto-me: cansada, desiludida
música: Estou bem > antónio variações
categorias: Crafts

Sugestão web/blog

Aqui ficam alguns sites que vale a pena ver todos os dias pela sua diversidade de ideas e cores... Que bem que sabe poder regalar os olhos com coisas bonitas!

Design*sponge

Blissen

Jillbliss.com

Homenagem.....

A imagem “http://www.google.com.br/logos/conan_doyle.gif” contém erros e não pode ser exibida.

Quero comprar uma coisa à Reci&Cria, como faço?

A imagem “http://gifs.bestgraph.com/ecole/crayons/crayons-06.gif” contém erros e não pode ser exibida.
> mando um email à Sandra para reci.cria@hotmail.com

> compro nas lojinhas online:

Bijutarias e acessórios de moda - http://reciecriabiju.blogspot.com./

Decoração e acessórios de vidro, madeira e papel - http://reciecriashop.blogspot.com./

Trabalhos em tecido - http://sonhostraposefarrapos.blogspot.com/

> deixo um comentário no flickr na foto que gostar a dizer que quero encomendar aquela peça

> e brevemente na fotki.com


sexta-feira, maio 19, 2006

quarta-feira, maio 17, 2006

I'm taking a break

A imagem “http://static.flickr.com/44/144999406_77ddae5a74.jpg” contém erros e não pode ser exibida.

Reci&Cria vai estar por lá, no dia 20 e 21 de Maio, das 10h às 20h no Rossio dos Olivais ( em frente à saída do C.C. Vasco da Gama, entre o Pavilhão de Portugal e o Pavilhão Atlântico. ) .

Conto com a vossa presença!

Um filme à 5ª feira

Como já passa da meia-noite, aqui fica o filme de 5ª feira

A imagem “http://adorocinema.cidadeinternet.com.br/filmes/7-anos-no-tibet/7-anos-no-tibet-poster01t.jpg” contém erros e não pode ser exibida.

Apesar de ser um filme muito longo, o mesmo retrata com fidelidade a brutal invasão que o Tibet sofreu por parte da China Comunista e mostra de uma forma apropriada a essência do budismo tibetano e a luta de um homem contra seus demónios pessoais.

Desabafo....

Existem dias em que me movo pela saudade do tempo que passou e do tempo que há-de vir... Relembro as minhas histórias e sonhos... e sinto saudades. Saudades de ser criança!
Saudades de ser incrédula, saudades de uma inocência perdida, saudades de acreditar que poderia mudar o mundo... Saudades de pensar que a vida é um mar de rosas.
E assim vou vivendo com saudades e desejos.
Existem dias em que desejava chegar ao meu mundinho e ter dois braços à minha espera... Outras vezes desejava ter uma voz pequenina a dizer-me " vamos brincar", "conta-me uma história"... Mas o mundo é movido por sonhos e desejos que por vezes são inalcançáveis...
Mas gire o mundo por onde girar, nunca me há-de tirar o fado de sonhar!!

Livros à 4ª feira

A imagem “http://www.editorialverbo.pt/gestao/ficheiros/37/02/ficheiro237_uabsjpsrrhx.jpg” contém erros e não pode ser exibida.A imagem “http://www.editorialverbo.pt/gestao/ficheiros/42/02/ficheiro242_ictnteuskvk.jpg” contém erros e não pode ser exibida.A imagem “http://www.editorialverbo.pt/gestao/ficheiros/39/02/ficheiro239_oujbdihzrci.jpg” contém erros e não pode ser exibida.A imagem “http://www.editorialverbo.pt/gestao/ficheiros/41/02/ficheiro241_eoerevanrni.jpg” contém erros e não pode ser exibida.
Aqui ficam livros que relembram a minha infância. Eram livros que recebia principalmente pelo Natal e Aniversário. Fizeram-me as delícias das minhas primeiras leituras... Tenho a colecção quase completa..
Os textos de Gilbert Delahaye e as belíssimas ilustrações de Marcel Marlier dão a estes livros um realismo e um encanto que o tempo tem vindo a reforçar.

terça-feira, maio 16, 2006

Swap Purple and Green

A imagem “http://static.flickr.com/56/144651059_768dc9a587.jpg?v=0” contém erros e não pode ser exibida.

Recebido de Nicole (USA)
FineMess
http://www.flickr.com/photos/finemess808/

Saudades daquele abraço

A imagem “http://www.carinhalily.blogger.com.br/smile11.gif” contém erros e não pode ser exibida.

Reci&Cria e a Comunicação Social

A imagem “http://photos1.blogger.com/blogger/1163/1082/1600/Massarelos%20JN%20001.jpg” contém erros e não pode ser exibida.
Jornal de Notícias - edição de Sábado 6 de Maio de 2006


Ainda não tinha tido oportunidade de colocar aqui.
E aguardo outras reportagens para partilhar convosco....

O céu é o limite!! A imagem “http://www.carinhalily.blogger.com.br/carinha108.gif” contém erros e não pode ser exibida.

Meninas vs Meninos

Uma história de uma amiguita para partilhar com todos vocês e para sorrir:

"Já não é a 1ª vez que molha as calcinhas quando vai à casa de banho.
Eu não estava a perceber porque nunca a via a correr aflita ...

Decidi espreitar ... e não é que a encontrei sentada de frente para a sanita após tentativa falhada de estar de pé em frente para a sanita!

- Que estás a fazer R?
- Estou a ver se "pecebo" como fazem os meninos!

- Mas tu és menina, devias estar sentada ao contrário!
- Pois devia, mas está mal!

- Está mal? Porquê?
- Porque nós as meninas também devíamos fazer xixi de pé! Era mais rápido, não tínhamos que sentar e não gastavamos papel!

( RISOS )"

Uma música à 3ª Feira

Xutos & Pontapés

A imagem “http://student.dei.uc.pt/~nrsimoes/imagens/xutos.jpg” contém erros e não pode ser exibida.

O que foi não volta a ser


Eu trago um buraco no futuro
traz presentes fugidios
e memórias de navios

Traz tanta confiança
que se é sempre criança
mesmo quando não se quer
o que foi não volta a ser
e o que foi não volta a ser
mesmo que muito se queira
e querer muito é poder
e o que foi nao volta a ser

Pode vir algo melhor
embora sempre pareça
que o pior está por vir

Nunca se deve esquecer
que não há volta sem partir
e o que foi não volta ser

E o que foi não volta ser
mesmo que muito se queira
e querer muito é poder
e o que foi não volta a ser

E o que foi não volta a ser
mesmo que muito se queira
e querer muito é poder
e o que foi não volta a ser

segunda-feira, maio 15, 2006

Um objecto à segunda Feira

Não se pode considerar bem um objecto e não está ao alcance de ninguém .... A nossa tão enigmática e querida Lua, que a todos nós fascina e inspira....

A imagem “http://www.pcparadise.hpg.ig.com.br/fotos/luar/NoiteDasBruxas_1024.jpg” contém erros e não pode ser exibida.

Lua adversa

Cecília Meireles

Tenho fases, como a lua
Fases de andar escondida,
fases de vir para a rua...
Perdição da minha vida!
Perdição da vida minha!
Tenho fases de ser tua,
tenho outras de ser sozinha

Fases que vão e que vêm,
no secreto calendário
que um astrólogo arbitrário
inventou para meu uso.

E roda a melancolia
seu interminável fuso!
Não me encontro com ninguém
(tenho fases, como a lua...)
No dia de alguém ser meu
não é dia de eu ser sua...
E, quando chega esse dia,
o outro desapareceu...

Precisa-se de Bruxa!!

A imagem “http://mosaico_do_sentir.zip.net/images/bruxas.jpg” contém erros e não pode ser exibida.
Já não me bastava o meu joelhito, agora fiz um pequeno entorse no meu pé. Acreditem ou não, acho que tenho de ir à bruxa! Será que alguém conhece alguma que me possa indicar (risos)? É que com tanta maré de azar, já não há omuletos que me valham!!!

domingo, maio 14, 2006

Tenho saudades dos ares do campo...

A imagem “http://outsider.weblog.com.pt/arquivo/campainhas.JPG” contém erros e não pode ser exibida.

A imagem “http://outsider.weblog.com.pt/arquivo/ervas1.JPG” contém erros e não pode ser exibida.

Pais, sonhos, ambições e crises familiares

A família é como uma oficina, onde se criam os laços de valores, sentimentos e emoções sadias e conscientes... É onde crescemos amparados pelos nossos pais, que nos ajudam a crescer e a sonhar.Contudo esse amor torna-se por vezes egoista e as consequências não tardam a surgir, e vemos o sofrimento manifesto nas experiências dos pais, dos filhos, da família, como se não fossem inevitáveis.E por que não o é? Pelo egoísmo dos pais, pela falta de reconhecimento dos filhos, pelo desamor que graça entres os familiares, pela hipocrisia dos relacionamentos combalidos e falsos, razão por tanto clamor de almas e corações por paz, harmonia e solidariedade.
Estes desejos, pseudos direitos dos homens, cabe a cada um construí-los. Para esta conquista necessitamos de renovar valores, sentimentos e emoções sadias, conscientes de que estas nos ajudam a um mundo melhor, mais saudável mais humano, mais solidário, onde não floresça mais a miséria, a penúria, o desamparo e as crises familiares.
Tal como pássaro que quer voar do seu ninho, também eu sinto que tenho de voar do meu, o mais urgente possível, para que o meu Sol e os meus sonhos voltem a iluminar-se...

A imagem “http://outsider.weblog.com.pt/arquivo/ninhomelro2.JPG” contém erros e não pode ser exibida.

sábado, maio 13, 2006

VAI AONDE TE LEVA O CORAÇÃO...

Uma partilha...

A imagem “http://mulher50a60.weblog.com.pt/arquivo/Matissefemmeendormie.jpg” contém erros e não pode ser exibida.
Pintura de Matisse "Femme Endormie"

"Vem por aqui" — dizem-me alguns com os olhos doces
Estendendo-me os braços, e seguros
De que seria bom que eu os ouvisse
Quando me dizem: "vem por aqui!"
Eu olho-os com olhos lassos,
(Há, nos olhos meus, ironias e cansaços)
E cruzo os braços,
E nunca vou por ali...
A minha glória é esta:
Criar desumanidades!
Não acompanhar ninguém.
— Que eu vivo com o mesmo sem-vontade
Com que rasguei o ventre à minha mãe
Não, não vou por aí! Só vou por onde
Me levam meus próprios passos...
Se ao que busco saber nenhum de vós responde
Por que me repetis: "vem por aqui!"?

Prefiro escorregar nos becos lamacentos,
Redemoinhar aos ventos,
Como farrapos, arrastar os pés sangrentos,
A ir por aí...
Se vim ao mundo, foi
Só para desflorar florestas virgens,
E desenhar meus próprios pés na areia inexplorada!
O mais que faço não vale nada.

Como, pois, sereis vós
Que me dareis impulsos, ferramentas e coragem
Para eu derrubar os meus obstáculos?...
Corre, nas vossas veias, sangue velho dos avós,
E vós amais o que é fácil!
Eu amo o Longe e a Miragem,
Amo os abismos, as torrentes, os desertos...

Ide! Tendes estradas,
Tendes jardins, tendes canteiros,
Tendes pátria, tendes tetos,
E tendes regras, e tratados, e filósofos, e sábios...
Eu tenho a minha Loucura !
Levanto-a, como um facho, a arder na noite escura,
E sinto espuma, e sangue, e cânticos nos lábios...
Deus e o Diabo é que guiam, mais ninguém!
Todos tiveram pai, todos tiveram mãe;
Mas eu, que nunca principio nem acabo,
Nasci do amor que há entre Deus e o Diabo.

Ah, que ninguém me dê piedosas intenções,
Ninguém me peçea definições!
Ninguém me diga: "vem por aqui"!
A minha vida é um vendaval que se soltou,
É uma onda que se alevantou,
É um átomo a mais que se animou...
Não sei por onde vou,
Não sei para onde vou
Sei que não vou por aí!

José Régio

sexta-feira, maio 12, 2006

Feira de Artesanato

A imagem “http://static.flickr.com/44/144999406_77ddae5a74.jpg” contém erros e não pode ser exibida.
Aparece e tráz os amigos também!

quinta-feira, maio 11, 2006

Hoje sinto-me com uma enorme sensação de perda... Tenho o coração triste e a alma vazia...
A minha primeira experiência com lã feltrada

Um filme à 5ª Feira

A imagem “http://adorocinema.cidadeinternet.com.br/filmes/filadelfia/filadelfia-poster01t.jpg” contém erros e não pode ser exibida.

Filadélfia

Tom Hanks é um advogado de uma grande empresa que se vê num processo judicial ao ser despedido por ser aidético.
Premiações:


- Ganhou os Oscars de Melhor Ator (Tom Hanks) e Melhor Canção ("Streets of Philadelphia", de Bruce Springsteen). Recebeu ainda outras 3 indicações: Melhor Maquiagem, Melhor Roteiro Original e Melhor Canção ("Philadelphia").

- Ganhou os Globos de Ouro de Melhor Ator em Drama (Tom Hanks) e Melhor Canção ("Streets of Philadelphia"). Foi ainda indicado na categoria de Melhor Roteiro.

- Ganhou o Urso de Prata de Melhor Ator (Tom Hanks), no Festival de Berlim.

- Ganhou o Grammy de Melhor Canção Composta Para o Cinema ("Streets of Philadelphia").


Curiosidades:

- Durante as filmagens Tom Hanks perdeu 12 quilos.


quarta-feira, maio 10, 2006

Um cheiro a Primavera, um banho tomado e uma xícara de chá...

A imagem “http://home.earthlink.net/~wataame/sitebuildercontent/sitebuilderpictures/cherryblossoms2.jpg” contém erros e não pode ser exibida.Nada como chegar ao fim de um dia de trabalho, tomar um duche e beber uma xícara de chá. Sim xícara um nome tão sonoro, tão ritmado quando pronunciado... humm... efeito do chá! Já há muito que não escrevia algo meu, apenas tenho colocado os objectos, musicas, livros filmes, quando me lembro ou então mesmo em atraso. Senti necessidade de fazer uma pausa... take a break...
Um dia só tem apenas 24 horas e nem sempre chega para tudo... infelizmente.
Sinto que tenho de abrandar o ritmo com tudo e deixar que o tempo corra sem que eu pense em nada. Quero ver só as horas passar, sem ter de pensar que tenho de fazer isto ou aquilo, que tenho de preparar mais isto e mais aquilo... Quero que o tempo passe livremente...
A inspiração anda um pouco por baixo, por isso pouco ou nada tenho criado. Acho que ando a necessitar de uma fonte de inspiração e claro de muito descanso de muitas horas de sono, mas infelizmente o meu problema com insónias anda em alta. E então passo longas horas sem dormir, a olhar para o vazio, a pensar na minha vida, e chego por vezes à conclusão que penso demais, que me preocupo demais. às vezes gostava de não ser tão racional... cresci uma vez mais e aprendi que nem sempre o mundo é justo e cor-de-rosa...

Falando de outra coisa, a Feira de Massarelos, as vendas correram razoavelmente bem, conheci imensas pessoas que de uma forma ou outra me marcaram. Ri-me, diverti-me e tirei variadíssimas ilações. As companheiras de banca foram impecáveis e reinava o espírito de inter-ajuda. Muito se aprendeu, conversou e partilhou e no fim ainda ganhei um título ehhh sim um título ( para os mais curiosos cliquem aqui (http://www.flickr.com/photos/brisa-de-mar/142868230/)

Agora tenho de me preparar para a próxima feira que não tarda nada está mesmo aí!

Um livro à 4ª Feira

A imagem “http://i.s8.com.br/images/books/cover/img1/229341.jpg” contém erros e não pode ser exibida.

Vinte Poemas de Amor e uma canção desesperada de Pablo Neruda

O Poço

Cais, às vezes, afundas
em teu fosso de silêncio,
em teu abismo de orgulhosa cólera,
e mal consegues
voltar, trazendo restos
do que achaste
pelas profunduras da tua existência.

Meu amor, o que encontras
em teu poço fechado?
Algas, pântanos, rochas?
O que vês, de olhos cegos,
rancorosa e ferida?

Não acharás, amor,
no poço em que cais
o que na altura guardo para ti:
um ramo de jasmins todo orvalhado,
um beijo mais profundo que esse abismo.

Não me temas, não caias
de novo em teu rancor.
Sacode a minha palavra que te veio ferir
e deixa que ela voe pela janela aberta.
Ela voltará a ferir-me
sem que tu a dirijas,
porque foi carregada com um instante duro
e esse instante será desarmado em meu peito.

Radiosa me sorri
se minha boca fere.
Não sou um pastor doce
como em contos de fadas,
mas um lenhador que comparte contigo
terras, vento e espinhos das montanhas.

Dá-me amor, me sorri
e me ajuda a ser bom.
Não te firas em mim, seria inútil,
não me firas a mim porque te feres.

Pablo Neruda

terça-feira, maio 09, 2006

Uma música à 3ª feira

Feiticeira

De que noite demorada

Ou de que breve manhã

Vieste tu, feiticeira

De nuvens deslumbrada


De que sonho feito mar
Ou de que mar não sonhado
Vieste tu, feiticeira
Aninhar-te ao meu lado



De que fogo renascido

Ou de que lume apagado

Vieste tu, feiticeira

Segredar-me ao ouvido


     
De que fontes de que águas

De que chão de que horizonte

De que neves de que fráguas

De que sedes de que montes

De que norte de que lida

De que deserto de morte

Vieste tu feiticeira

Inundar-me de vida.
A imagem “http://www.cm-funchal.pt/cidade/album_foto/imagens/12/luis_represas_(01).jpg” contém erros e não pode ser exibida.

Um objecto à segunda-Feira

A imagem “http://www.frigoletto.com.br/GeoAlagoas/Estrelas/astrop.jpg” contém erros e não pode ser exibida.

Não será bem um objecto, mas um pedaço do mar que tanto me inspira...

segunda-feira, maio 08, 2006

Retalhos da Memória completa hoje o seu 1º Aniversário

A memória é uma senhora velhinha que vai cosendo à mão os retalhos da nossa vida.

Como o tempo passa, e tanta coisa fica por dizer...
Inicialmente este blog surgiu com o intuito de ser um espaço de partilha de acontecimentos e de memórias directa ou indirectamente comigo relacionadas. Actualmente ele é muito mais que isso. Através dele fui perpetuando os meus sonhos e desvaneios, partilhei os meus estados de espírito, criei novas amizades e... sinto que cresci. Sim é isso com os meus Retalhos da Memória eu cresci imenso como pessoa integrante de uma sociedade.
Cada experiência nova que surge é mais um retalho que vou guardando com imenso carinho na minha memória. Bem hajam estes retalhos!

Parabéns Retalhos da Memória

terça-feira, maio 02, 2006

Uma música à 3ª Feira

A imagem “http://www.luizamerico.com.br/fundamentais/caetano-veloso.jpg” contém erros e não pode ser exibida.

Caetano Veloso

Sozinho

Às vezes, no silêncio da noite
Eu fico imaginando nós dois
Eu fico ali sonhando acordado, juntando
o antes, o agora e o depois
por que você me deixa tão solto?
por que você não cola em mim?
Tô me sentindo muito sozinho!

Não sou nem quero ser o seu dono
É que um carinho às vezes cai bem
Eu tenho meus segredos e planos secretos
só abro pra você mais ninguém
por que você me esquece e some?
e se eu me interessar por alguém?
e se ela, de repente, me ganha?

Quando a gente gosta
é claro que a gente cuida
fala que me ama
só que é da boca pra fora
ou você me engana
ou não está madura
onde está você agora?

Quando a gente gosta
é claro que a gente cuida
fala que me ama
só que é da boca pra fora
ou você me engana
ou não está maduro
onde está você agora?

Um objecto à segunda Feira

Aqui fica um objecto muito especial, porque foi algo em que estive a trabalhar. E como ninguém disse que o objecto não poderia ser especificamente meu, aqui fica ele. Comentários são bem aceites ehh!!!