quarta-feira, julho 30, 2008

Continuo o meu percurso de férias por outras terras de Portugal... Acampo agora na Ericeira.
Guardo na minha memória o azul do mar em contraste com a cor terra das arribas e falésias.
Hoje dei por mim a sentir-me de novo criança. Sim, porque dentro de mim vive uma eterna criança, de olhos abertos e estupefactos de inocência para o mundo! Banhei-me em lagoas que a maré deixou para trás, apanhei búzios que mais pareciam caracóis do mar e encontrei uma estrela do mar em tons lilás que de seguida devolvi ao mar.
Dou por mim a contemplar coisas simples da vida, que para muitos são apenas meras futilidades. Para mim, representam e querem dizer muito e talvez, por isso, fazem parte das minhas lembranças, dos meus retalhos da memória. São coisas tão simples, mas tão belas que me fazem crescer interiormente e me ajudam a ver o mundo sob outro olhar.
Voltando às férias, tenho pena de não ter oportunidade de fazer isto mais vezes no ano, mas vou tentando aproveitá-las da melhor forma possível. E na realidade, é o que tenho tentado fazer. Tudo o que vejo tem-se reflectido em mim e na minha maneira de ser.
Obrigada ao H. pela paciência que tem comigo, já que me atura 24h por dia!
*** Amanhã rumo a Sintra.....

segunda-feira, julho 28, 2008

De férias....

Ando por aqui e por ali, em terras de Portugal.



Este ano estou a fazer umas férias do género vá para fora cá dentro. Isto não tanto pela crise económica que se faz sentir, mas sim pelo simples facto de que às vezes também sabe bem ficar por cá e Portugal também tem os seus encantos!!

Começamos por acampar em Mira e agora encontramo-nos em Buarcos (Figueira da Foz), o próximo destino ainda estará por vir...


Tenho visto coisas lindas, umas às vezes a um "clic" da minha máquina fotográfica, outras apenas se reflectem no meu olhar e nas minhas lembranças.



Reencontrei praias de areia branca e dunas altas cheias de vegetação imensa que se contrastam com o azul do céu e do mar.

Percorri a serra verdejante que se aconchegava entre o azul celeste do céu e se deleitava gentilmente sobre o oceano.

Revi as borboletas da minha infância e vi tantas silvas com amoras, como já não me lembro de ter visto.

No parque de campismo temos um gato de estimação que apelidou-se de bolinhas e ao qual dá-mos os restos de comida (depois coloco fotos dele).

Jantamos à luz das velas, jogamos cartas, conversamos, partilhamos sonhos e sorrisos...


Os dias que passamos juntos parecem voar e cada dia é simplesmente um novo dia, com imensas aprendizagens a serem feitas e outras tantas ainda por fazer....

Até um dia destes! ***

terça-feira, julho 22, 2008



Boas férias para todos!! Até breve...

segunda-feira, julho 21, 2008

Craft Corners, ideas and ideas....

#1 Uma ideia para organizar pequenos retalhos de tecidos (scraps) que sobram dos cortes.

Image from Sweet Jessie

#2 Ideias para guardar botões: reutilizando os potes de vidro.

Image from Carol Grilo


# 3 Ideias online para decoração de craft rooms.



#4 Inspiring studio

# 5 Porta linhas

domingo, julho 20, 2008

Inspiration time




Algumas inspirações para os dias mais quentes de Verão. Mais fotos disponíveis aqui.

sábado, julho 19, 2008

Tenho andado por aqui!


Mais informações aqui

terça-feira, julho 15, 2008

Estou de férias!!!

Estou de férias!Estou de férias!Estou de férias!Estou de férias!Estou de férias!Estou de férias!Estou de férias!Estou de férias!Estou de férias!Estou de férias!Estou de férias!Estou de férias!Estou de férias!Estou de férias!Estou de férias!Estou de férias!Estou de férias!Estou de férias!

Recycled bracelets

Uma noite debaixo da figueira...

"Num dia de Verão quente, em tempos de praia, optava por ficar a escutar histórias reais que o avô lhe contava. Eram histórias que para José não tinham fim. Eram histórias como o ∏, não terminavam.
O avô e o José numa noite em que a lua parecia que sorria para eles decidiram ir dormir debaixo da antiga e alta figueira. O avô contou-lhe um dos milagres de Deus, mas José acabou por adormecer.
No dia seguinte José acordou só. Só com a figueira atrás de si. Arrumou o saco-cama e com a barriga vazia foi tomar o pequeno almoço com a avó e falou-lhe sobre os pesadelos que teve.
Se eu lhe contava algum mau sonho nascido das histórias do avô, ela sempre me tranquilizava " não faças caso em sonhos não há firmeza".
Pensava então que a minha avó, embora fosse também uma mulher muito sábia, não alcançava as alturas do meu avô, esse que, deitado debaixo da figueira, tendo ao lado o neto José, era capaz de pôr o universo em movimento apenas com duas palavras."

José Saramago, na entrega do Nobel da Literatura (07/12/98)


quarta-feira, julho 09, 2008

Quem por aqui passa....

O que pensa, o que diz sobre o meu blog.? Apetece-me ter um feedback. Alguém se atreve a levantar a ponta do véu?

Hoje só me apetece...

Image from country homes

... ter um ataque de preguicite aguda!!!

terça-feira, julho 08, 2008

Outros pequenos tesouros

Lembro-me que uma das maiores alegrias em criança, era de quando eu ia à costureira com a minha mãe e ela dava-me uma saca de retalhos para eu brincar. Era uma alegria enorme, a minha mãe aí deixava-me brincar com a tesoura, com as agulhas, linhas, elásticos e botões... e foi assim que comecei a dar início às minhas pequenas criações, roupas para bonecas, pequenas costuras e bordados...
Estes tecidos foram mais um pequeno tesouro oferecido pela mãe do H. E deles já estão alguns trabalhos em wip.

My best side


Fui de novo a mais uma sessão de corte e costura... Correu tudo bem, agora há que suportar umas dores no pós operatório...

segunda-feira, julho 07, 2008

Pequenos tesouros



A minha vida é feita de grandes sonhos e pequenos tesouros, que vou recolhendo aqui e ali...


Pequenos tesouros que me fazem recordar e reviver outros tempos, que me fazem dar valor a coisas tão pequenas perdidas pela intemporalidade do tempo... tesouros que me deixam de olhos brilhantes e sorriso aberto tal e qual uma criança...


Inserida nas festas da Cidade, irá decorrer nos dias 12 e 13 de Julho a terceira edição da Feira de Velharias, Antiguidades e Artesanato na cidade de Esmoriz. Eu vou estar lá com muitas novidades. Apareçam e tragam os vossos amigos também!

Momentos Saloios: rodilhas


As "Rodilhas" ou "Sogras" são pequenas "almofadas" de forma circular, abertas no centro. Eram utilizadas pelas mulheres, sobre as quais transportavam à cabeça, os cântaros de água ou cestas. Ajudavam as mulheres a suportar até 70 kg de peso à cabeça.
Os materiais utilizados na sua confecção, são tiras de trapos, lãs e linhas de bordar, entrançadas e bordadas.

Foto encontrada numa pesquisa no google

Lembro-me como se ainda fosse hoje, e passado tantos anos, que a minha avó também as usava para transportara pesos e cestas sobre a cabeça. Mas eram feitas de modo diferente. Tratava-se apenas de um pano(trapo) enrolado na palma da mão e apertado no polegar. Lembro-me também de a ter aprendido a fazer.
Numa pesquisa encontrei um workshop de rodilhas tentei fazer uma, e de seguida fiz logo mais três no sentido de aperfeiçoar a técnica e mesmo de usar diferentes materiais. Posso dizer que isto é contagiante, e sinto que é quase impossível de parar de as fazer. É também uma forma de reutilizar roupas velhas, restos de tecidos, fitas e galões.
Hoje em dia, este tipo de peças é também usado para decoração, para as crianças brincarem, como alfineteira, etc.
Aqui ficam as minhas rodilhas, mais uma saga de momentos saloios

sábado, julho 05, 2008

Have a nice week

The simplicity of cat's life...

sexta-feira, julho 04, 2008

E...


♥♥♥ mais um ano e três meses de nós ♥♥♥

quinta-feira, julho 03, 2008