domingo, setembro 28, 2008

Sobre o tempo....

Um professor diante da sua turma de filosofia, sem dizer uma palavra pegou num frasco grande e vazio de maionese e começou a enchê-lo com bolas de golfe.
A seguir perguntou aos estudantes se o frasco estava cheio. Todos estiveram de acordo em dizer que 'sim'. O professor pegou então numa caixa de fósforos e vazou-a dentro do frasco de maionese. Os fósforos preencheram os espaços vazios entre as bolas de golfe.
O professor voltou a perguntar aos alunos se o frasco estava cheio, e eles voltaram a responder que 'Sim'. Logo, o professor pegou numa caixa de areia e vazou-a dentro do frasco. Obviamente que a areia encheu todos os espaços vazios e o professor questionou novamente se o frasco estava cheio. Os alunos responderam-lhe com um 'Sim' retumbante.
O professor em seguida adicionou duas chávenas de café ao conteúdo do frasco e preencheu todos os espaços vazios entre a areia. Os estudantes riram-se nesta ocasião.
Quando os risos terminaram, o professor comentou: 'Quero que percebam que este frasco é a vida. As bolas de golfe são as coisas importantes, a família, os filhos, a saúde, a alegria, as amigas, as coisas que vos apaixonam.
São coisas que mesmo que perdêssemos tudo o resto, a nossa vida ainda estaria cheia. Os fósforos são outras coisas importantes, como o trabalho, a casa, o carro etc. A areia é tudo o resto, as pequenas coisas.
'Se primeiro colocamos a areia no frasco, não haverá espaço para os fósforos, nem para as bolas de golfe. O mesmo ocorre com a vida. Se gastamos todo o nosso tempo e energia nas coisas pequenas, nunca teremos lugar para as coisas que realmente são importantes. Presta atenção às coisas que realmente importam.
Estabelece as tuas prioridades, e o resto é só areia.' Um dos estudantes levantou a mão e perguntou: - Então e o que representa o café? O professor sorriu e disse: ' Ainda bem que perguntas! Isso é só para lhes mostrar que por mais ocupada que a vossa vida possa parecer, sempre há lugar para tomar um café com um(a) amigo(a)'.

Recebido por mail. Obrigada Bruno!

sábado, setembro 27, 2008


Estou sem tempo para mim, para o blog, para os crafts... para tudo!
O Outono surgiu e com ele trouxe-me uma amigdalite que me tem colocado de rastos, para não falar do cansaço acumulado e ainda só estamos no início. Confesso que por vezes não sei se irei conseguir aguentar tanta pressão...

sábado, setembro 20, 2008


Hoje prometi a mim mesma que iria retirar cinco minutos do meu tempo para escrever no meu blog. primeiro porque estava precisar de o fazer, porque tinha saudades e em segundo porque alguém em anonimato que lê o meu blog me pediu para voltar a escrever, pois tinha saudades da minha escrita e dos meus desabafos.
O meu tempo tem sido quase que vinte horas diárias de trabalho, reuniões. Daquelas reuniões chatas que só nos ocupam o tempo e que no final bem espremidas se der uma gota de sumo, é muito! Esta vida não está nada fácil e só tende a pior (não é ser pessimista, antes pelo contrário realista)!! Bem me tinham dito que o mundo lá fora é uma selva!
Não me tenho dedicado aos meus crafts, nem às minhas leituras quase diárias de blogs e outras pesquisas.
Até os meus gatos reclamam mimo, mas a verdade é que nem eu mesma tenho tido tempo para mim...

domingo, setembro 14, 2008

Melancólica e triste...

Os meus dias têm sido assim... Mas não sei explicar a razão...

quarta-feira, setembro 10, 2008

Na volta ao trabalho

... o tempo livre que me resta é mesmo muito pouco. E tende a piorar. Tenho de organizar novos horários na minha cabeça, para conseguir conciliar tudo, namorado, família, amigos, crafts, etc, etc.
Ainda agora começou e eu já sinto saudades das férias de Verão.

quinta-feira, setembro 04, 2008


Um ano e cinco meses plenos de emoções e crescimento mútuo. É bom ter-te ao meu lado. ****

quarta-feira, setembro 03, 2008

Enquanto uns....


trabalham,


outros dormem...


outros testam o wip...

Compota de tomate


Setembro é também o mês das compotas.
Desta vez foi tempo da compota de tomate.

Aqui fica a receita da minha compota de tomate:

Ingredientes: 1,5Kg de tomate (eu usei do chucha ou alongado e do em cacho que é mais aromático); 800g de açúcar; 3 paus de canela; 3 cravinhos; 1/2 limão

Modo de preparação:
Primeiro lavam-se os tomates e faz-se um corte em cruz na pele, para mais facilmente os pelar.
Para isso mergulham-se em água a ferver durante cerca de 30 segundos.
Pelam-se e depois cortam-se em pedaços grandinhos ( eu cortei cada tomate em 4) e tiram-se as sementes ( se ficarem algumas não tem problema). Escorrrem-se e pesam-se. Os meus pesavam nesta altura 1kg. Levam-se ao lume num tacho de fundo grosso e deixam-se murchar e cozer durante mais ou menos 10 minutos ( não juntar água). Se pretender um doce todo moído é agora que deve passar na varinha mágica ou no liquidificador. Junta-se então o açúcar (800g por quilo), os paus de canela, os cravinhos e o sumo do limão. Deixa-se cozinhar em forno baixo durante cerca de 1hora.
Para ver quando está pronto, tire um pouco para um prato deixe arrefecer um pouco e veja se abre uma estradinha ao passar a ponta do dedo através dele (esse será o ponto de estrada essencial para o doce se conservar e ficar bem), aí está pronto!
Quando estiver pronto pôr em frascos previamente esterilizados em água a ferver durante 10 minutos. Os frascos devem estar completamente secos quando verter o doce. Deixe arrefecer. Limpe os bordos do frasco e cole na sua superfície uma película de filme de cozinha para não deixar ficar ar. Completamente frio tape os frascos com a respectiva tampa.

terça-feira, setembro 02, 2008

De volta...


Estou de volta ao trabalho e ao apartamento. Tenho tido muitas coisas a organizar e muitas tarefas domésticas e não só a fazer nestes dias, pois começa uma nova fase da minha vida.
Sinto que os meus gatos estão tristes, nostálgicos e eu estou solidária com eles, aqui não se ouvem os pássaros a cantar, não há terrenos, muros e árvores para trepar, como eu os entendo!
Será que o deveria deixar ficar por lá? Ou estarei a ser egoísta demais em quere-los perto de mim?!

É Setembro


Um bom Setembro para todos. Para mim é um mês de etapas novas, de mudanças de vida, de novos e velhos percursos e de reencontros...