quarta-feira, junho 17, 2009

Come away with me....


Tive de fazer uma paragem forçada e por muito trabalho que tenha para fazer, parece-me que o tempo se organiza de outra forma. O sono está a ser recomposto por uns comprimidos que me deixam relaxada e fazem com que durma a noite toda....

****
Tenho tempo para fazer quase tudo o que quero fazer...
E dei por mim a pensar em como seria de eu fosse dona de casa, bem dona de casa já sou não é, mas doméstica. Acho que teria tempo de ter mais tempo para mim e para os outros. Por exemplo o H. ontem disse-me que era bom ver-me assim mais calma e que o jantar estava melhor do que o habitual... tudo porque foi sem pressas.... Até deu tempo para fazer um pão caseiro.



*****
Ontem voltei a ir à minha aula de costura e foi bom reencontrar aquele ambiente todo, começamos por aprender a tirar as medidas da parte superior do corpo, para modelar uma blusa... Agora há tantos riscos que fazem sentido, pois até então não os compreendia.
À noite quando tinha as tarefas todas realizadas e como já não me apetecia trabalhar no meu portfólio peguei num livro, em papel vegetal, esquadros de costura, régua e borracha e com as minhas medidas tentei modelar um vestido para mim. Parecia de início ser muito fácil, houve num ponto ou outro que senti muita dificuldade, mas acho que consegui. Agora tenho é de ultrapassar o medo que tenho de dar uma tesourada no tecido e aquele molde não ficar bem.


O top que modelei e cortei num lençol velho ainda não passou à fase seguinte, a do tecido, por essas dúvidas esses receios, mas acho que tenho de arriscar mais.


Já comecei a bordar os guardanapos, em vez de iniciais decidi colocar desenhos diferentes, un terão motivos florais, outros ainda não me decidi. Mas depois deixo ficar aqui o risco de ambos, que são de minha autoria para quem se quiser aventurar também...

****

Os meus gatos gostam de me ter aqui por perto. Ora dormem, ora brincam, ora fazem corridas loucas por cima de tudo e de todos, oram mexem-me nos lápis e nas réguas e abrem-me as caixas das contas.... Mas adoro-os ver assim, transmitem-me paz e tranquilidade, que acho que é algo que ultimamente preciso, mesmo, mas mesmo muito!

****

Hoje apetece-me "Come away with me", para ouvir aqui.

2 comentários:

lu disse...

Ah como a vida é boa... porque sempre depois da tempestade vem a bonança e parece que os problemas existem apenas para nos abrir os olhos e mostrar como a vida é bela.
O importante é nunca deixarmos nos engolir pela correria e sempre reservar um tempo para aquilo que nos faz feliz.
Beijos
Lu

Sandra de Sá disse...

Obrigada Lu! Beijos