sexta-feira, julho 23, 2010

Apego às raízes*



Parte do dia de ontem, foi passado em casa dos meus pais, com uma visita rápida à minha dentista.Estar lá faz-me tão bem e mesmo que às vezes só de fugida, sinto que recarrego baterias, daí o apego às minhas raízes.Ontem dei por mim, estar durante alguns segundos no meu quarto e sentir uma nostalgia tão grande, deu-me vontade de voltar a transferir,toda a minha vida, pessoas, amigos, trabalho e tudo o resto que me acompanha para ali. E fiquei com o coração um bocadinho apertado, mas isso passa!Quando por lá estou. e a minha mãe me vê a sair de máquina fotográfica em punho, diz sempre: "lá vai a fotógrafa" e dou por ela de vir "espiar" o que ando eu a fotografar. É caso para dizer que fotografo um pouco de tudo, gosto de ficar com pequenos registos que ocorrem nas mudanças de estação, gosto de fotografar as colheitas do quintal, os animais que criam, a cadela, o céu e até o chão. E quando me sinto mais saudosa vou rever essas fotos e fico com a alma a transbordar...
Às vezes a minha mãe solta uma gargalhada quando me vê por exemplo a fotografar os tomates que o meu pai, semeou, plantou e tratou com tanto carinho. Mas a minha vida é feita destas pequeninas coisas, que se para uns são futilidades, para mim diz-me muito, é mais uma ligação um apego às raízes.
Aqui ficam alguns registos fotográficos:


Para casa trouxe mais uns legumes da horta, que vou fazer certamente as delícias dos nossos almoços e jantares aqui em casa. Tudo tem outro sabor.

A minha mãe também colheu alguns girassóis para eu trazer para casa, pois tal como ela sabe o quanto aprecio ter uma taça de flores naturais em casa, sejam elas das mais vulgares, às mais "triviais" apanhadas num campo qualquer.
O apego às minhas raízes e perceber o quanto isso está enraizado em mim, faz-me sentir feliz! è mais uma descoberta para o meu Projecto Felicidade*

E agora vou fazer de fada do lar, porque há afazeres domésticos que não podem deixar-se assim ao acaso!

2 comentários:

alexa violeta disse...

Eu também tenho o hábito de fotografar tudo o que vejo, como se quisesse guarda-las a todas para mim! Imagino nós as duas soltas com máquinas na mão! eheheh

É incrível a semelhança dos nossos cães! Já te mostrei uma foto do meu, não?

Gosto muito da tua forma de ver o mundo e do sorriso honesto que tens na cara e no olhar. Continua no teu projecto para sempre seres feliz!

****

Sandra de Sá disse...

:) Havia de ser muito divertido Alexa, quem sabe um dia destes! ****