terça-feira, agosto 10, 2010

A minha colcha saloia


Finalmente os tecidos de escolha e tamanhos livres, já estão costurados uns os outros e passados a ferro, só falta mesmo acolchoar à mão. Um projecto que levou demasiado tempo, que era suposto ser mais pequeno e agora tornou-se maior (quase que o dobro). Uma experiência rudimentar, na qual me fui apercebendo de alguns erros técnicos e que à medida que fui avançando fui corrigindo. Estou de um modo geral satisfeita, mas tenho muito ainda para aprender. Gosto muito do se ar saloio, por assim dizer.Quem sabe um dia venha a fazer um workshop com entendidos na área como é o caso da Rita Cor, já para não falar de outras mãos prendadas que por aí andam.A escolha dos tecidos foi feita mais ou menos ao acaso, nem todos têm história, mas alguns sim, já vinham de família, outros foram dados por amigos outros comprados no comércio tradicional. Agora tenho que colocar mãos à obra noutra etapa, que espero não ser tão longa quanto esta. Pois tenho vontade de iniciar mais projectos nesta área.

1 comentário:

alexa violeta disse...

As melhores coisas da vida são feitas ao acaso. :) Quanto mais "saloias" e mais cheias de história são as mantas mais gosto delas. Gosto da tua! :)