terça-feira, setembro 11, 2012

A nossa aparência

"- Escolha um seixo e abra-o a meio. Terá a sua resposta.
Peguei num seixo e abri-o, usando uma pedra maior, mas não conseguia encontrar uma resposta à minha pergunta lá dentro.
- Por que razão o seixo é redondo? - Ela estava visivelmente aborrecida com a minha estupidez.
-Porque sofreu o desgaste do tempo e da água, não é? - respondi, de forma hesitante.
- E o interior? A água entra? É aí que se encontra a mulher. [...]
E nessa altura, compreendi. Uma mulher que era como um seixo, desgastada pelo tempo e pela água, até se tornar macia e redonda. A nossa aparência exterior era alterada pelo destino que nos era oferecido ao longo da nossa vida, mas não havia água que pudesse alterar o coração de uma mulher [...]"

Excerto do livro "Mensagem de uma Mãe Chinesa Desconhecida


2 comentários:

portugalnocoração disse...

lindo, tao verdade, obrigado.
cheguei aqui através da Graça e tenho que voltar!

Sandra de Sá disse...

Obrigada! Espero que voltes em breve. Felicidades