sábado, outubro 25, 2014

Abrandar, é preciso!

Os dias têm-se feitos de grandes afazeres quer pessoais, quer profissionais. Às vezes parece que estou a rebentar pelas costuras com tudo e todos! Sei que é cansaço e que preciso de abrandar. Devo muitas horas de sono à cama, sei que as poucas horas dormidas nem sempre são seguidas e descansadas e isso reflete-se numa enxaqueca que me acompanha quase já alguns dias noite e dia. Hoje decidi parar!
Levantei-me cedo, porque o pequeno cá de casa assim o "exigia", senão teria ficado a vegetar na cama! Tomamos  o pequeno almoço juntos como sempre fazemos. Brincamos com plasticina e ao faz de conta, conversamos muito e sinto que tens crescido tanto, meu filho! Mas congratulo-me de te poder acompanhar e estar presente nesse teu crescimento todos os dias.
Hoje vou tentar deixar o dia correr ao sabor deste vento de outono e tentar deixar as "preocupações" de lado.

Esta é a nossa família representada pelo Tomás!

Sem comentários: